Terra Fértil
Marise Ribeiro



Sou terra, firme e fecunda.
Se regam meu solo com sabedoria,
penetrando em minhas gretas
as mais belas harmonias,
reproduzirei fecundos gametas
e brotarei para a vida... florida.
As raízes que em mim se prendem
sustentam verdadeiros sentimentos
contra a força dos piores ventos.
Os alicerces que constroem
no meu terreno afetivo
dão abrigo, permanente e seguro,
àqueles que temem o futuro.
Os buracos que cavam no meu âmago
ficarão abertos por pouco tempo,
pois o aterro de uma nobre ação
preencherá os vazios doentes
com várias camadas de perdão.
O veneno da mentira,
borrifado em minhas virtudes,
evapora-se rapidamente
com a colheita de boas atitudes.
Não sou terra improdutiva,
nem latifúndio sem dono,
pois os grãos em mim plantados
alimentarão o tranquilo sono
daqueles por mim amados.

11/06/05

 

 

Solo Seco
João de Assis



Assim como a terra precisa de adubos,
agora sou eu que estou necessitando deles...
Meu coração está cansado, minh'alma
se sente fugidia e minha mente estressada...

O amor que sempre foi seu principal produto
foi agora arrancado brutalmente de seu solo...
E, ao ser arrancado, seguiram com ele as raízes...
Uma terra cansada não serve para mais nada...

Agora é necessário passar as máquinas,
revolvê-la e refazê-la, com a ajuda de calcário...
Mesmo conhecendo a opinião do dono da terra
que, baseando-se em experiências passadas,
não garante o sucesso de um novo plantio...


Cruzeiro 07/11/2004

 

 

A Terra
Theca Angel



Sou a vida!
Se não me maltratarem,
darei minha seiva bendita
a tudo o que plantarem...
Se quiserem que eu reviva,
não espalhem em mim feridas,
não deixem cicatrizes
que não se refaçam
com o tempo...
Sou rica e poderosa dádiva!
De mim sobe para as árvores,
ervas, arbustos...
plantas que enriquecem
a natureza,
o que possuo em abundância,
para que se reproduzam.
Alimentadas pela seiva
que espalho...
trazem à luz seus frutos
fecundos...
Não aceito maus tratos,
nem maldades, embustes,
ainda que espalhados ao acaso.
A tua riqueza em mim reside...
compreenda que sou amiga!
não me desgaste,
encurtando-me a vida.
Sou a Mãe Terra!

 

 

 

  Anterior    

  Próxima   

 

 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI


 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio/2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Maio/2006
e reformatada em Outubro/2013

Créditos
Midi Ernesto Cortazar - Somewhere In My Soul