Funeral dos Sonhos
Zena Maciel



Pelas ruas escuras do medo
O coração encharcado de segredos
chora a putrefação do amor
diante do ventre da solidão.

Aos pés da cruz derrama seu pranto
Cobre-se com a mortalha da dor
Reza o terço da libertação
para libertá-lo desta escravidão.

Esquece que chegou a primavera
embalsama as doces quimeras
fere-se com os espinhos das flores
despede-se de antigos amores.

No leito virgem da desilusão
rasga a biografia da alma
estupra as fantasias...
Faz o funeral dos sonhos!


03/10/2005
 

 

Enterra-me Junto...
Marise Ribeiro



Por ter perdido meus sonhos
para os desencantos da vida,
enterra-me junto com eles
e não chores a minha partida.

A realidade nua e crua
fez-me acordar desse torpor,
enterra-me junto com eles,
pois não me abrigaram da dor.

O papel no palco da utopia
não souberam cumprir de fato,
enterra-me junto com eles,
antes que termine o primeiro ato.

Já que sou maltrapilho sem rumo,
nem preciso continuar vivendo,
enterra-me junto com eles,
assim o coração não continuará doendo.

Se estou vazia, sem quimeras,
atende a este último pedido,
enterra-me junto com eles,
talvez a morte faça mais sentido.


03/10/05

 

 

Sonhos Algozes!
Theca Angel



Faz dos sonhos meus, a minha mortalha.
Meu padecido coração agradece o fim!
É melhor morrer de amor do que sofrer assim
ou que infeliz continue tão dolorosa batalha.

Meu coração suplica aos sonhos que perdi,
que feliz cultivei, e aos quais doei minha vida
sonhos que me enganaram, largando-me solitária,
delirante, morrendo aos poucos cada dia.

Deixem-me gritar todo o imenso amor
que em meio ao peito enclausurado, jaz
antes que o tempo mais nos distancie
e eu fique vagando por obscuras vias.

Sonhos que infelizes chagas vão abrindo
até destroçar de vez quem já não resiste.
Matem-me, talvez assim se saciem
castigando as feridas que vão me consumindo!



 

 

 

  Anterior    

  Próxima   

 

 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI


 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio/2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Maio/2006
e reformatada em Outubro/2013

Créditos
Midi - Il Postino