Vida Pelas Frestas

Marise Ribeiro
 


Deixei passar a hora de escancarar a porta
Aliás, nunca tive ímpetos de fazer isso
O tempo corria e eu pensava: nada me importa!
Não fiz da sofreguidão um compromisso.

A vida entrava em pequenas doses pelas frestas...
Réstias de luz... momentos poucos... incolores
Chegava bruta e eu não sabia aparar arestas
Jovem imatura para ansiar novos sabores.

Talvez hoje eu nem precise abri-la mais
Para ter a vida num rodamoinho sem fim...
Como um furacão, a vida derrubou portais
e veio escancarar um mundo dentro de mim.


06/08/07





 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Outubro de 2007
e reformatada em Julho de 2013.

Créditos
Tube Ivonne
Tutorial Creations-Vivi
Midi Medwyn Goodall - Coral Island