Vencedora

Marise Ribeiro



Não te deixes secar pela vida,
às vezes, ela parece ser ingrata e desmedida...
Não te faças de forte,
nem assim driblarás a morte.

Tira dela as lições que hão de vir...
Solta os grilhões que ela tenta te impingir,
não te enganes com profetas,
nem penses na felicidade chegando por mala-direta.

Essa história de “deixa a vida me levar”
não chega a nenhum lugar...
Tu fazes o próprio caminho,
ornado de rosas ou de espinhos.

O destino somos nós...
Trava-se sempre um combate feroz,
pois aos antagonismos da existência
de nada adianta aplicar uma exata ciência.

Segue teus naturais instintos,
transforma essa apatia em um animal faminto,
suga da vida toda a substância
que ela te ofereceu desde a infância.

Assim, terás forças para lutar,
ainda que a batalha seja desigual...
A medalha da fraqueza, afinal...
... tua alma não há de ostentar.


12/04/06






 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Agosto de 2006
e reformatada em Julho de 2013.

Crédito
Midi Ernesto Cortazar - Holding Your Hand