Prisma

Marise Ribeiro
 


Se é só isso o que te permitiste ver,
nem adianta tentares ir além...
Se até hoje não abriste a porta,
deixando entrar o que lá de fora vem,
dentro de ti já deves estar morta.

O vidro da dor é forte...
A madeira da traição também.
Séculos eles já atravessaram
e não se modificaram...
Tu, mulher, apregoas que evoluíste,
mas se os ferrolhos da submissão
já enferrujaram,
por que não os partiste?

Ah, mulher, deixa de ser tola!
Se à porta já chegaste,
só te resta transpô-la!...

Espera!...
Tua frágil imagem induziu-me a um sofisma...
Percebo-te agora sob outro prisma!
Mulher, não és da vida prisioneira...
De dentro pra fora... és "carcereira"!


22/06/07






 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Julho de 2007
e reformatada em Julho de 2013.

Crédito
Midi Ernesto Cortazar - Lovers In The Dark