O Amor

Marise Ribeiro



O amor não é compromisso
nem sacrifício,
muito menos um suplício.
Também não é feitiço
nem idolatria, imolação,
nem tampouco ilusão.

O amor não é imoderado,
extremoso, culposo,
não aceita um domínio,
não fala em extermínio.

O amor não é cegueira
muito menos obsessão,
pois se fosse tudo isso
passaria a ser paixão
ou então veneração.

Amor é calmaria,
é desejar o bem do outro,
é ternura no encontro,
é afeição nas noite frias,
é cultivar simpatia,
nem que seja por um dia,
a quem nem se conhece bem.

Amor é carinho
que chega devagarzinho
e vai ficando pra sempre.
Amor é satisfação da companhia,
é o domínio da lógica,
é a palavra mágica
que não deixa a vida vazia.

E quem tem a primazia
dele poder sentir
pode dizer algum dia
que não temerá o porvir.


29/04/05






 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Fevereiro de 2007
e reformatada em Julho de 2013.

Crédito
Midi Ernesto Cortazar - Heart to Heart