Lírica Humildade

Marise Ribeiro
 


Hoje o sol demorou para acordar...
Entre brumas, rendeu-se ao prateado
Da lua; brilho ainda projetado
No céu que ele não vinha iluminar.

Ontem, ao vê-la plena se achegar
E lhe dar seu olhar alaranjado,
Recolheu-se, feliz e enamorado:
- A argêntea soberana vem reinar!

O reinado tornou-se deslumbrante,
Num trono cravejado a diamante,
Sublime criação das mãos de Deus...

Súdito ante a notável majestade,
O sol, astro-rei em lírica humildade,
Deixou a lua atrasar seu belo adeus!


Amanhecer de 17/06/08





 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Julho de 2008
e reformatada em Julho de 2013.

Créditos
Tubes K@rine Dreams
Midi Ernesto Cortazar - Whispers of Moonlight