Inútil Domínio

Marise Ribeiro



As pétalas de uma rosa são entre si diferentes
Nem todas as flores se mostram aos beija-flores atraentes
Renasço a cada dia exalando distintos perfumes...
Minhas palavras têm doçuras ou azedumes.

Como um rio, posso ser cristalina ou barrenta
Deixar-me correr serena ou turbulenta...
Meu eco grita de dor ou repete um canto de louvor
Meus versos nascem da cor do meu humor.

Posso ser primavera, outono, inverno ou verão
Parar conflitos com a branca bandeira da paz
Fazer sangrar o peito rasgando a desilusão...
Ganhar um abraço, um beijo e pedir até muito mais.

Dançar, adormecer, sorrir, chorar, morrer...
Posso tudo! São vontades que sou eu quem as decreta
Até amanhecer e chover também faço acontecer
Mas rimar o teu querer não posso, mesmo sendo poeta.


09/01/07






 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Fevereiro de 2007
e reformatada em Julho de 2013.

Créditos
Tubes Silvina Vanesa Orsi e Angie
Tutorial @thenais
Midi Piano by Candlelight