Graças!

Marise Ribeiro



Cultivada com amor assim cresci;
enfeitei-me mais em flores
do que por espinhos me feri...
Muitos erros e acertos
serviram-me de enxertos,
para em vários tons florescer...
Mesclo realidade e sonho,
mas na hora de a alma revolver,
deixo-me sempre arejar
pelos nutrientes que a emoção me dá.
Se algum mau vento
tenta me vergar,
retraio as pétalas, fecho-me em botão
e espero da brisa a sedução...
Então, novamente, desabrocho,
com caule firme e mais enraizada,
até que a fria madrugada
venha definitivamente me secar...
Dos amores plantados, um gerou semente,
mas o querer não vingou em frente...
E o fruto nascido, que é por mim querido,
fez o meu canteiro ser mais colorido...
Outro amor depois brotou,
trouxe o brilho das manhãs,
o cuidado como talismã,
o orvalho que me serenou,
o calor do sol que em cores fulgurantes
faz-me florir e seguir adiante...
Por este solo rico, que é tão meu,
dou graças a Deus!
Dou graças por ser regada
com mais sorrisos do que prantos,
dou graças pelo jardim da vida
que me perfuma tanto!...


27/08/08







 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Dezembro de 2008
e reformatada em Julho de 2013.

Créditos
Tubes Ana Ridzi e DBA
Tutorial Maria José Prado
Midi Richard Clayderman - Gracias A La Vida