Aquela...

Marise Ribeiro
 


Aquela que olha o cinza da janela
E nem ouve de mágoa o céu bramir
É a mesma a levantar-se em sentinela
Supondo não sei quem que há de vir...

Aquela que pro nada inda sorri
É a mesma que entrevê a caravela
Ancorando miragens de procela
De um amor seu que ali há de surgir...

Aquela a se cobrir de tanta frágua
Que não mostra seus olhos rasos d'água
Porque de solidão enlouqueceu...

Aquela de aparência quase morta
Que a sombra em palidez tão bem recorta...
Aquele espectro ali, creiam... sou eu!


26/02/08







 



 

 



 


 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Março de 2008
e reformatada em Julho de 2013.

Créditos
Tube Ivonne
Tutorial
Nini Design
Midi Ernesto Cortazar - Dying of Love