Conversa Ao Pé da Nuvem
(Ao meu saudoso pai, Amandio Ferreira da Costa)

Marise Ribeiro

 



Pai, hoje é dia de pensar em ti...
Não, eu não te esqueci.
Mas hoje a lembrança aflora,
E a minha saudade chora...

Este ano não quero chorar,
Quero apenas conversar
E preencher minha memória
Com os melhores momentos de nossa história...

Lembras pai, das tuas meninas,
Quando apontavas na esquina?
Apostávamos corrida descendo a ladeira,
Como todas as crianças, interesseiras,
Para recebermos as rosquinhas de manteiga,
E disputávamos nessa brincadeira
Quem seria a primeira contemplada.

Lembras pai, como eu era a menorzinha,
E de todas a mais magrinha?
Corria velozmente, sempre ganhava,
Então me apelidaste de lambretinha.

Lembras pai, adoravas colocar apelido!
Mexias com todo o mundo,
Vivias contando piadas,
Fazia-nos dar boas risadas!

Lembras pai, no Natal a casa cheia,
Os parentes todos na ceia,
Pois gostavas da família reunida?
Não vivíamos abastadamente,
Quatro filhas para alimentar e educar,
Mas ninguém ficava sem presente.

Lembras pai, quando ficamos mocinhas?
Organizavas as festinhas,
Que dávamos em nossa casa.
Ias pra cozinha controlar a "cuba libre",
Não querias ninguém de pilequinho.

Lembras pai, daquela poltrona na sala?
De lá policiavas nossos namoros,
Se pecássemos na ousadia,
Nem adiantava o choro,
O castigo era sair da varanda e do jardim
E namorar no sofá... aí a situação ficava ruim!

Lembras pai, quando ganhaste teu primeiro neto
Desta filha que hoje te fala?
Ainda tiveste tempo para curti-lo,
Pouco, eu sei, só cinco anos minguados,
Mas foram anos intensos,
E partiste como avô realizado.

Pois é pai, há muitos fatos para lembrar,
Mas não posso me estender muito,
Senão a saudade aumenta,
O meu coração não aguenta
E começa a ficar apertado...

Vai pai, vai para teu cantinho no céu
E nunca nos deixes ao léu...
Junto com a proteção de Deus
Olha por nós aqui... um beijo e adeus!


13/08/05

 



 

 

   Anterior     

    Próxima



 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1024x768

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Julho/2009
e reformatada em Janeiro/2014

Créditos
Midi Ernesto Cortazar - Without a Father