Entreatos 17

“...Torno-me selvagem
quando me atiram ingratidões.
Lambo a ferida, ando ao redor do agressor
e o farejo...
Depois me finjo de morta e,
no momento certo,
dou o golpe fatal...”

Marise Ribeiro
04/01/07




Entreatos 18

“...A vida passou, e eu não a vi,
apenas a percorri.
Não sei se ainda terei
longos percursos pela frente...
Mas garanto que,
a partir de agora, ganharei belas
paisagens a contemplar...”

Marise Ribeiro
05/01/07




Entreatos 19

“...Nas espessas nuvens
que te vedam o azul do céu,
voam pássaros cinzentos,
chamando o inverno
pra morar em teu coração.
Acendo a lareira,
agasalho-me com o desalento,
e deixo o teu gélido beijo
me acarinhar...”

Marise Ribeiro
06/01/07




Entreatos 20

"...Faço um pacto com os fantasmas
que ocupam os meus doídos sentidos.
Dou-lhes liberdade
para retornarem às trevas,
se eles me levarem junto
e tirarem de mim toda e
qualquer percepção
do que é ser e estar..."

Marise Ribeiro
06/01/07

 

 

 
 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI


 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em 31/01/07

Crédito
Midi Algo Para Recordar