Restos de Ti
Marise Ribeiro




Esperava-te da sacada sempre ansiosa...
A cada instante corria para me olhar ao espelho,
retocava o batom, ajeitava o cabelo,
mais gotas de perfume, a franja abrindo teimosa...
Eras meu primeiro namorado,
coração pulsando acelerado e apaixonado...
Naquele dia, apareceste no portão,
paraste pensativo no jardim,
um arbusto te encobria de mim...
Depois de um breve momento,
vieste em minha direção...
Estavas diferente, alternavas comportamentos,
ora falante, ora reticente...
Ficava-me a incômoda sensação
de que querias esconder alguma culpa...
Hoje, o que resta de ti
é aquela rosa branca em botão,
ressequida, amarelada,
colhida no jardim como um pedido de perdão,
esquecida junto aos poemas escritos no passado,
e que releio com a alma enfraquecida
de quem sempre te esperou da sacada,
como se o tempo ainda não houvesse murchado.



18/06/06

 

 

O Que Ficou De Ti
Carvalho Branco




Inda me lembro dos antigos tempos...
Ficava eu a imaginar-te na sacada...
Roupa enfeitada de fita,
boca nacarada...
franja do cabelo aberta, mas bonita...
As folhas de outono voavam com os ventos
que varriam as alamedas do jardim...
Eu chegava... e do cair da tarde, na calada,
eu te via assim,
no balcão da varanda encostada,
olhos perdidos no arrebol...
Eu chegava... com os últimos raios de Sol...
Tu disseras ser eu teu primeiro namorado...
Aqui estou eu agora, perdido no passado...
Nem sei porque não te acreditei...
Machismo... ciúme... vergonha porque pequei...
Abandonei-te e nem te disse adeus...
O quanto isso me custou, só quem sabe é Deus...
Hoje, como me arrependo...
E fico aqui relendo
as amarelecidas páginas de teus versos,
escritos em resposta aos meus, hoje, já dispersos
pelas cinzas da lenha de tua lareira...
Hoje, aquela tua imagem,
de minha lembrança, é eterna prisioneira...
E segue minha mente em viagem,
na busca incessante
de minha esposa, namorada, amante...
de que agora e sempre inda me queiras!...


 


 

 

 

  Anterior    

  Próxima   

 

 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI


 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas neste site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio/2011

Webdesigner Marise Ribeiro

Página inserida em Julho/2006
e reformatada em Outubro/2013

Créditos
Midi Ernesto Cortazar - Solitude