Das Utopias
Mário Quintana


Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A mágica presença das estrelas!

(In Espelho Mágico)



O Utopista
Murilo Mendes


Ele acredita que o chão é duro
Que todos os homens estão presos
Que há limites para a poesia
Que não há sorrisos nas crianças
Nem amor nas mulheres
Que só de pão vive o homem
Que não há um outro mundo.

 


 

Ciranda "Utopia"

Poetas Participantes

 

  1- Marise Ribeiro
  2 - Maria Thereza Neves
  3 - Theca Angel
  4 - Efigênia Coutinho
  5 - Anna Peralva
  6 - Gilia GerlinG
  7 - Anna Müller
  8 - Ana Maria Brasiliense
  9 - António Zumaia
10 - Nancy Cobo
11 - Elisa de Andrade
12 - Gildina Roriz
13 - Cláudia Machado
14 - Tere Penhabe
15 - Carvalho Branco
16 - Alfonsina Pais
17 - Zena Maciel
18 - SussuLuz
19 - Naidaterra
20 - Cida Valadares
21 - Candy Saad
22 - Airam Ribeiro
23 - Analuz Sangiorgi
24 - Ilze Soares
25 - Luiz Poeta
26 - Nara Pamplona
27 - José Ernesto Ferraresso
28 - Jane Botti
29 - Jorge Linhaça
30 - Águida Hettwer
31 - Inael Viana
32 - Joaquim Medeiros


 

1 - Utopia
Marise Ribeiro

Descubro você a me dizer ternuras...
Sinto você a me fazer loucuras...
Acordo e me vejo em total apatia.
Foi sonho? Ilusão? Utopia?
Não importa!... Fui feliz na fantasia!




2 - Utopia
Maria Thereza Neves

Versos afoitos, quase loucos
a despertar-me fantasias
vou morrendo aos poucos
nas sombras dos sonhos
quimeras, das malditas mãos!

18/08/08





3 – Fantasias e Poesias
Theca Angel

Quero que as fantasias se transformem...
Ditem versos além das utopias
Se revelem os sentimentos em prosas e versos
Despertem meu ser amante,
em poesias...




4 - Utopia
Efigênia Coutinho

Não busco entender a vida.
Busco apenas sentir a vida.
Faço da sonhada esperança,
um empréstimo com vida!...
Perfazendo quimeras e fantasias.

18/08/2008
Balneário Camboriú





5 - Utopia
Anna Peralva

Nas dobras da noite, nostalgias
acordam lembranças... tons de aquarelas.
Nelas, rodopiam sonhares até o raiar do dia;
alma cansada veste-se da ilusão mais bela
e enlaça um corpo em total afasia.

18/08/2008




6 - Utopia em Prece
Gilia GerlinG

Só amanhã, eu quero uma manhã serena.
Só amanhã, eu quero que a dor de tudo não exista.
Só amanhã, quero esquecer do futuro,
quero força, fé e luz e, que
só amanhã, eu não seja só.





7 - Utopia
Anna Müller

Senti teus braços a me enlaçar,
a tua boca, meu corpo beijar!
Era tudo o que eu mais queria,
era você que feliz me fazia...
Vivi plena... Na minha utopia.




8 - Utopia
Ana Maria Brasiliense

Entre doçuras, me deixei com ternura
nos encantos teus, afagar tu'alma...
E tu'alma?... beijou a minha!
Nesse encanto adormeci na vida que vinha.
Acordei triste, foi fantasia... apenas utopia!

Santos-SP
18/08/2008





9 - Foi
António Zumaia

Não sou poeta e nunca serei,
cantando à mulher na madrugada.
Ela que nos meus braços foi amada,
foi doce ninho onde me acoitei;
Hoje já distante, a lira quebrei...

19/08/2008




10 - Utopia
Nancy Cobo

Amar e ser amado era o que eu queria
Sonhei que poderia. Mas na verdade
Acordei do sonho. E o que vivi
Foi uma Grande Fantasia
Utopia...





11 - Será Utopia?
Elisa de Andrade

Querer um mundo de iguais
Onde não haja discriminação racial
E muito menos diferença social
Todos irmanados numa corrente de bem
Unidos pelo mesmo ideal?




12 - Utopia
Gildina Roriz

Encontramo-nos por telepatia
Embriagamo-nos com beijos.
Sentimo-nos à distância, em doce utopia.
Numa estrada florida, realizamos desejos.

Goiânia,19/08/08





13 - Mistério das Ilusões
Cláudia Machado

Doces ilusões que aderem ao ovo envolto
tentando tatear o lume descalcificado
explodindo num frenético gozo dos sonhos à realidade
perfeição frontispícia da fantasia
entre 7 véus, dança dos mistérios... nostalgia.

19/08/08




14 - Utopia
Tere Penhabe

Roubei do tempo alguns dias azuis,
E noites prateadas de luar!
Sonhei poder a alguém presentear.
Alguém que vi num sonho de magia...
Meu sonho naufragou na utopia!

Santos, 19/08/2008
www.amoremversoeprosa.com





15 - Utopia
Carvalho Branco

Sonhar e buscar fazer do sonho realidade...
Acreditar que o Amor existe e não é fantasia...
Sorrir e ser feliz por sentir saudade,
Por ser saudade um reviver a magia
De um instante de amor vivido e gozado... Utopia?!...




16 - Mi Utopía
Alfonsina Pais

Anhelos de concretar esa bella ilusión
que llevo bien guardada en mi corazón
grabada con tu querido nombre a fuego
Sueño tu amor, quiero un "te amo" con tu voz
¿Será mi gran utopía anclar tu amor?

http://alfonsina.obolog.com




17 – Utopia
Zena Maciel

Sonho beijar a boca da ilusão,
Abraçar o corpo das utopias
Sorrir com o sorriso das fantasias
Romper com a monotonia da vida
E, enfim, ser feliz.




18 - Momentos Utópicos.
SussuLuz

Há certas ocasiões em que sou
envolvida por uma certa magia,
minha realidade vira fantasia,
e o meu peito é inundado por momentos utópicos,
muitas vezes o esmagam pela hilaridade sem sentido.

19/08/2008





19 - Utopia
Naidaterra

Faz tempo não vivo a realidade,
rejeito este mundo dolorido...
Construo nos sonhos minha cidade
em outro mundo... colorido...
A utopia é a minha verdade.




20 – Utopia
Cida Valadares

Eis que me chegas em perdidas horas
Quando o sono acorda e acorda a agonia
De lembrar-te distante... de saber-te não meu!
Transponho a barreira da realidade,
Desperto a alegria, nesta louca utopia!





21 - Utopia
Candy Saad

Entregar meu coração
a essa doce ilusão...
Ser tua eternamente,
viver para ti somente...
Utopia?




22 - Utopia
Airam Ribeiro

Fui só um palhaço no palco da vida
Fazia os outros darem gargalhadas...
Enquanto eu mesmo não tinha alegria
Chorando com a alma estraçalhada
Enxugava as lágrimas na fantasia.





23 – Utopia
Analuz Sangiorgi

Sem cega ser,
ouvindo e tateando bem,
com o bom senso costumais,
aguardo-te,
uma vez mais.....




24 – Utopia
Ilze Soares

Com você, vivi os melhores momentos.
Promessas, juras de amor,
havia um belo sentimento,
que nos fazia vibrar na mesma sintonia.
Terá sido mera utopia?





25 – Utopia
Luiz Poeta

Utópicas carícias se desenham
Nas sombras do meu quarto, onde os desejos
Transformam solidões em bocas frias...
Assim, vou me beijando e beijo os beijos
De tépidas e vagas... fantasias

Luiz Gilberto de Barros
Às 14 h e 25 min do dia 23 de agosto de 2006 do Rio de Janeiro,
especialmente para a Ciranda Utopia, de Marise Ribeiro.




26 - Utopia
Nara Pamplona

Caminho em cidades floridas, enfeitadas pelo brilho do sol
Deparando-me com pessoas, sorridentes, alegres,
Crianças sadias, felizes, sem fome, doenças,
E sinto ali a suavidade da paz, harmonia...
Utopia? Devaneio? Não sei, mas nada é impossível!





27 - Utopia
José Ernesto Ferraresso

Deparo com tua imagem,
Provocas-me loucuras de amor,
Não a consigo ver, é mistério,
Esta paisagem se desfaz,
Utópica!... Não consigo te encontrar.

Serra Negra
24/08/08




28 – Utopia
Jane Botti

Sou utópica,
de mim copio a própria sorte,
sem razão,
vou tecendo as ilusões,
inéditas...





29 – Minha Utopia
Jorge Linhaça

Vivo em busca de minha utopia
Plantando e colhendo o bendito fruto
São tantas batalhas que eu luto
Tão poucas coisas que eu desfruto
Mas sigo singrando o mar da poesia

31/08/ 2008




30 - Utopia
Águida Hettwer

A madrugada me desperta do sono,
Enleada em lençóis desarrumados
A alma chora... Geme! Na companhia da solidão,
Implora que não seja Utopia,
Alimenta-me a fantasia de viver essa paixão.

31/08/2008





31 – Utopia
Inael Viana

Não é utopia, nem sonho
é tudo que Deus me deu!
é o teu amor verdadeiro,
que vive comigo no coração
fazendo companhia ao meu




32 – Utopia
Joaquim Medeiros

Utopia é sonho, quimera...
como flores de primavera
que arrefece com o tempo,
ou forte lufada de vento
em pintura de aquarela








(a revisão dos textos é responsabilidade de cada autor)

 
 
 
 
 

   Anterior   

     Próxima

 

Home

Índice



 
 

Para receber nosso
Boletim de Atualizações
cadastre seu e-mail

AQUI

Gostaria de traduzir
esta página?
Então clique

AQUI



 

 

  Site Editado em Maio de 2006
 Copyright
© 2006 - Marise Ribeiro
 Todos os direitos reservados.
 Proibida a cópia total ou parcial deste site.
 
 
 Quando não constar qualquer observação
 sobre a autoria das imagens usadas nesse site,
 considere que foram capturadas na Internet
ou em grupos de trocas virtuais,
 sendo portanto de uso sem restrições.
 
 Visualização Padrão 1600x900

Webdesigner Drica Del Nero até Maio de 2011

Webdesigner Marise Ribeiro


Crédito
Midi Baden Powel